sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

QUAL É A ESCOLARIDADE DO RONALDINHO GAÚCHO?


Qual é a escolaridade de Ronaldinho Gaúcho?

     Não sei se vocês perceberam, mas nos últimos meses, um dos grandes assuntos do momento é a contratação de Ronaldinho, que era do Milan, por um grande clube brasileiro. O seu salário não baixará de 1 milhão por mês. E eu fico me perguntando qual foi o momento em que o Brasil começou a morrer mentalmente.

     Os torcedores de futebol, aqueles que passam o ano inteiro indo aos estádios, vendo jogos na televisão, assistindo programas e conversando a respeito com similares torcedores de futebol – que são a maioria dos brasileiros – estão muito preocupados se Ronaldinho estará assinando contrato com este ou com aquele clube. Chegam a ter pesadelos a respeito.

     Jornalistas correm, voam, falam incansavelmente, trocam emails, procurando saber dos detalhes da transação, porque torcidas imensas estão muito desejosas de saber a respeito desse grande e portentoso assunto. O Brasil quase parou – aliás, o que não é nenhuma novidade. Parar está no sangue dos brasileiros.

     Mas qual é a escolaridade do Ronaldinho Gaúcho? Talvez tenha completado o segundo grau. Mas esta é uma pergunta que poderá se tornar ociosa, chata, deselegante... Afinal, o Lula também tem o segundo grau incompleto, ou menos. E foi nosso presidente por oito anos e o povo ululou em torno a ele. O povo merece. Merecemos?

     Grande e poderoso Lula, que agora está gozando férias em uma base militar, no Forte dos Andradas, no Guarujá (SP), a convite do ministro Nelson Jobim. Como agora Lula é um cidadão comum, podemos supor que convite para férias a cidadãos comuns em fortes das Forças Armadas passarão a ser corriqueiros. Mas nem se pode falar no Lula. Afinal, ele deixou uma popularidade de 87% de torcedores no Brasil inteiro.

     Mas qual é a escolaridade do Ronaldinho? Confesso que estou muito curioso. Para ganhar 1 milhão por mês penso que a pessoa deve contribuir muito para o seu país. Ou penso errado? O Lula, mesmo, foi um exemplo perfeito de demagogia e ganhou sabe-se lá quantos milhões nesses oito anos de governo.

     E mais 11 caminhões cheios de presentes recebidos enquanto era presidente, que saíram do Palácio do Planalto, com itens como fotos, cartas, obras de arte, presentes de populares e chefes de Estado, bebidas e livros que poderão compor um acervo para consulta pública. Livros. Inclusive livros. Lula não gosta muito de ler, mas deixará livros para aqueles que gostam. Aqui é Brasil: há os que gostam de ler, também. Minoria, mas existem. Os outros são torcedores de futebol.

     E Lula ainda tem direito a dois veículos oficiais, quatro seguranças e dois assessores com salário mensal de R$8.988. E pode usufruir de férias em bases militares a convite. Mas qual é a escolaridade do Lula?

     Vocês sabem quanto ganha um professor, que trabalha oito horas por dia e ainda tem que corrigir provas em casa? No melhor dos casos, dois ou três mil reais.

     Nos estados mais ricos, porque lá pra cima a coisa piora. E em oito anos de demagogia o Lula não melhorou um til o ensino e a educação. Talvez porque tenham sido oito anos de demagogia. Ou porque a turma do PT gosta mais é de futebol.

     O futebol, no Brasil, é o crack do povo. Mas qual é a escolaridade do Ronaldinho Gaúcho? A mesma de Lula? Então Ronaldinho poderá chegar a ser um presidente da República?

     Aqui é Brasil, terra dos mensalões.

     Sei de famílias de classe média alta que estão investindo em filhos e netos, não para torná-los melhores cidadãos ou para terem uma educação superior, mas para que aprendam a jogar futebol. Escolinhas de futebol multiplicam-se; multiplicam-se os treinadores. Há sempre uma possibilidade de descobrir-se um craque em casa, que poderá seguir exemplos como Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo Fenômeno, Kaká e outros, que ganham muito dinheiro sem precisar de nenhum estudo.

     Ou quase nenhum. Será esta a razão porque o Ministério da Educação não quer rodar de ano mais nenhum aluno? Porque não faz diferença, o importante é saber jogar futebol: aqui é Brasil, onde o saber nasce nas pernas.

     E esta é uma sociedade capitalista, onde o que importa é o quanto você ganha, não o quanto você sabe. Este é o país onde mais se consome objetos eletro-eletrônicos, no mundo. Não por necessidade, mas porque os publicitários, cumprindo o seu papel de mentir para quem paga mais, conseguem fazer a cabeça das pessoas facilmente. E as pessoas se atiram a comprar e a comprar, como se isso fosse vital para elas.

     Este é um país de cabeças ocas. Quando o Brasil começou a morrer mentalmente?

     Penso que com a ascensão do PT. Não há dúvida de que o emburrecimento do povo faz parte de uma estratégia de dominação. Junto com as mesadas aos mais pobres e o péssimo ensino. E as drogas.

     Agora, o Estado se apavorou, porque as drogas estão comendo os seus próprios filhos. Os filhos da classe média alta e da burguesia. E começaram a matar a torto e a direito. Se for pobre, chumbo. Também é uma maneira de diminuir a separação de classes: matar pobres a mancheias. A desculpa é o tráfico. Ficou descontrolado, a polícia não sabe mais quem é quem. É necessária uma limpeza, para que o tráfico volte a ser controlado. Será que os traficantes não sabem que há um pacto social?

     Mas qual é a escolaridade de Ronaldinho Gaúcho? E do Lula? E do Fenômeno?

     Nossos heróis ou são demagogos treinados ou são futebolistas. Aqui é Brasil, a terra do desmatamento e do “tanto faz”. A terra dos transgênicos.

     Não só as plantas, mas todos estão ficando transgênicos. A transgenia já é uma realidade nacional. O principal sintoma é a incapacidade mental e a super-capacidade física. As pessoas vão para as academias e tomam vitaminas e querem ficar fortes e bonitas. Apenas por fora. “Mens insana in corpore sano” tem sido o mote da jovem geração que só pensa em inglês.

     Está surgindo a cultura trans, sinônimo de envilecimento mental. Um grupo manda no país e os demais aceitam, passivamente. País onde as coisas se transformam rapidamente. Para pior. Talvez devido à alimentação ou ao efeito estufa. O pior ensino do mundo em um dos países de maior desigualdade social do mundo. E o povo quer futebol e carnaval: cultura trans. Se nos roubarem a Amazônia ou se a Dilma estourar com o Xingu com a sua hidrelétrica preferida, a de Belo Monte, ninguém reagirá: cultura trans. Se a ditadura militar voltar, como já está acontecendo nas favelas do Rio, o povo continuará amortecido: cultura trans.

     Ou se diminuírem o seu salário mínimo ou o mandarem catar papel, você ainda agradecerá. Aqui é Brasil, terra de robôs mentais que são felizes com os capítulos das novelas de todos os dias.

     Mas qual...? E do Lula?

8 comentários:

  1. Ótima matéria! Também sempre me apavorou comparar os mega-salários de nossos craques com o aviltante salário mínimo de nossos assalariados brasileiros, mesmo com escolaridade maior que a dos Ronaldinhos e Lulas da vida. Parabéns!
    Lidia.

    ResponderExcluir
  2. Excelente! Tradução fiel da realidade brasileira. Até quando, meu Deus? E depois dizem que a religião é que droga o povo. A ignorância é o pior dos males.

    ResponderExcluir
  3. O grau de escolaridade é importante,claro.Mas talento também é importante.Dá para contar nos dedos os políticos com nível superior com o talento do Lula para a política.O fato de terem curso superior,não os faz mais honestos e nem mais competentes,temos inúmeros exemplos por aí.O que faz a diferença é a forma de como usamos na prática nosso conhecimento,educação moral e progresso espiritual.
    Temos que levar em consideração também,que o Lula,Ronaldinho Gaúcho e o Ronaldo Fenômeno,não são regras,são exceções;os Ronaldos ganham altos salários porquê jogaram em grandes clubes brasileiros e estrangeiros,patrocinados por grandes empresas,ávidas de lucro,mais a grande maioria dos jogadores não ganham uma fortuna.Vale lembrar que para se tornar um atleta de elite,além do talento é necessário muito treino e dedicação.Isso não deixa de ser também uma forma de estudo,pois,estudar é se preparar.
    Acho um exagero dizer o futebol é o CRACK do povo,futebol é diversão preferida dos brasileiros,houve época em que diziam que era o ópio do povo...mas será que o determina nosso destino,não é a maneira como usamos o nosso livre arbítrio?

    ResponderExcluir
  4. Excelente texto,parabéns!

    ResponderExcluir
  5. mais nao me falaram a escolaridade do ronaldo fenomeno, mais assumiu um cargo na CBF

    ResponderExcluir
  6. O livro 1808 de Laurentino Gomes Explica direitinho nossa falta de qualidade. Alguém ver algo de positivo no Lula que de pau-de-arara virou milionário com os expedientes mostrados no livro O Chefe, diz bem da incapacidade mental de nosso povo.

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...